Adote uma onça-pintada.

O Instituto Onça-Pintada (IOP) é uma ONG dedicada exclusivamente a promover a conservação da onça-pintada, maior felino do continente Americano. Conheça mais sobre a onça-pintada e o trabalho do IOP.

Envolva-seDoe aqui

Nossa Missão

“Promover a conservação da onça-pintada, suas presas naturais e seus habitats ao longo de sua área de distribuição, assim como a sua coexistência pacífica com o homem, através de pesquisas e estratégias de conservação”. Fundada em junho de 2002, atualmente desenvolve e apóia projetos de pesquisa e conservação na Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal.

17 Projetos do IOP

Monitoramento e pesquisas

Para conservar uma espécie, é necessário conhecer suas exigências e fatores que ameaçam a sua persistência.

4 Projetos apoiados

Instituições nacionais e internacionais

Parceria com o INCA, LaBIC, Universidade de Washington e Instituto de Biologia da Universidade Federal de Goiás.

Metodologia

São 4 os procedimentos adotados

Cães farejadores de fezes, captura de onças-pintadas, radio-telemetria e armadilha fotográfica.

A onça-pintada mantém o equilíbrio ecológico da região onde vive.

No Brasil, o IBAMA classificou como ameaçada de extinção em 2003. No mundo, como quase ameaçada, pela IUCN em 2008. A Amazônia é, atualmente, seu maior refúgio.

Projeto Onça Social

O abate de onças-pintadas em retaliação a prejuízos que elas causam a pecuaristas continua sendo uma importante ameaça à conservação da espécie. Isso demonstra que, para conservar a onça-pintada não basta manter hábitats e presas naturais, mas também minimizar conflitos entre esses predadores e os pecuaristas (veja por exemplo, o Projeto Onça Social).

PROJETOS ATIVOS

%

DAS ONÇAS ESTÃO NO BRASIL

PROJETOS ENCERRADOS

No Norte de Mato Grosso e em Rondônia ainda existem onceiros por profissão, gente especializada em matar onça, que vive disso. Em Roraima, ninguém tolera os felinos, matar onças é algo trivial.

– Dr. Leandro Silveira, Presidente do Instituto Onça-Pintada.

Um dos grandes desafios é não tratar os fazendeiros como bandidos. O fazendeiro é um empresário. Ele não quer ter prejuízo. Vários proprietários são ecologicamente corretos, têm reserva legal, tudo como manda a lei.

– Dr. Leandro Silveira, Presidente do Instituto Onça-Pintada.

É preciso deixar de generalizar ações num País com as dimensões do Brasil, com biomas distintos e problemas distintos. Estabelecemos um sistema de compensação: o fazendeiro localizava a carcaça e nós pagávamos o prejuízo, com um contrato para eles não matarem.

– Dr. Leandro Silveira, Presidente do Instituto Onça-Pintada.

Em vez de fazer um parque nacional patrocinaríamos a convivência pacífica nas propriedades, onde os caçadores não entram, não saqueiam. É mais eficiente assim.

– Dr. Leandro Silveira, Presidente do Instituto Onça-Pintada.

Consciência

27 Mar 2018

Certificado Onça-pintada

O produtor agropecuarista receberá o Certificado Onça-pintada após participar de conferência de conscientização pela não caça ao animal em sua área de criação.

28 Mar 2018

Fundo para a Conservação da Onça-pintada

Trata-se de recursos para a manutenção da sede do IOP e dos profissionais envolvidos diretamente com os animais.

A sustentabilidade só é possível pela união de ações. Agradecemos aos nossos parceiros

Você pode contribuir de várias maneiras.

Envolva-seDoe aqui